Search

Tradutor: Especialista ou Generalista?

Updated: Apr 18


Especialista ou Generalista?


Primeiramente, vale lembrar a diferença entre os dois. O profissional generalista domina diversos assuntos dentro de várias áreas de atuação. Já o especialista tem profundo conhecimento sobre uma área específica, como Tradução Jurídica, por exemplo.


Mas então, qual é a melhor opção para um tradutor?

Ambas!

Hein? Como assim?

Explico: um tradutor que oferece vários serviços, em várias áreas, tem muito mais chances de praticamente nunca ficar sem trabalho, além de garantir um rendimento mensal bem maior. Mas, ao mesmo tempo, quem trabalha com tradução precisa dominar cada área em que atua. Ou seja, é um grande desafio.


Sempre incentivo meus alunos a aprenderem novas habilidades e oferecerem mais de um serviço.


Por quê? Imagine que você vai abrir uma loja de roupas virtual. Se você oferecer só camisas, por exemplo, terá um nicho específico para tal atividade.

Por outro lado, se você ampliar seu leque e passar a vender outras peças, como camisetas, calças, roupas de bebê, roupas plus size e outros tipos, atingirá não apenas um nicho específico, mas vários nichos e terá um público-alvo bem mais amplo. Com isso, algumas pessoas podem até não se interessar pelas suas camisas, mas talvez se deparem com outros produtos de grande interesse, gerando mais vendas.


Por que diversificar?


Diversificar serviços é uma maneira de aumentar a carteira de clientes, bem como a satisfação deles. Posibilita abrir novas possibilidades, mercados e fontes de receita,

mas requer muito esforço, estudos, tempo, dedicação... É o segredo do sucesso, mas por ser muito "trabalhoso", poucos perseveram.


De um lado, temos os que reclamam da falta de trabalho, do mundo, da esquerda, da direita, da vida, de tarifas baixas...

Do outro lado, em absoluta minoria, temos aqueles profissionais inquietos, que não se sentam no trono de seus apartamentos com a boca escancarada e cheia de dentes esperando o cliente chegar.

Pelo contrário! Estão sempre buscando oferecer novos serviços, aprender novas habilidades, usar novas ferramentas de trabalho; nunca param de buscar novos clientes, fazer networking, manter uma presença on-line. Eles sabem que, ao se tornarem uma autoridade no assunto, os clientes é que virão atrás deles. O processo se inverte.


Eu sei, alguns podem dizer que preferem fazer só uma coisa bem feita do que várias coisas mal feitas. Mas e se você puder unir os dois mundos?


É possível para nós, meros seres terráqueos, ou é algo reservado somente para gênios como Da Vincci, Thomas Edison?

Sim, é totalmente possível oferecer vários serviços, em diferentes áreas, mas requer muito trabalho, muito tempo, investimentos... Resumindo, é para poucos, para pessoas que trabalham arduamente já pensando no amanhã.

Você conhece Malcolm Forest? Malcolm é um desses profissionais multifacetados que apostam na diversificação. Possui habilidades no campo das artes e da cultura. É compositor, cantor, ator, produtor cultural, apresentador, conferencista, moderador, historiador, diretor de cinema, locutor, autor, e intérprete.


Bom, agora vou falar sob meu prisma, com base na minha experiência como tradutor há mais de 25 anos.


Quais serviços eu ofereço atualmente?


Os serviços que ofereço no momento são: tradução, revisão, QA, transcriação, legendagem, copywriting, localização de keywords, localização de sites e apps, voice over, marketing, consultoria, mentoria, produção de áudio e arranjos, produção de trilhas sonoras, fora uma plataforma que estou prestes a lançar e meu curso de tradução, hospedado na Udemy, que também me gera receita todo mês.


Parece muita coisa? Mas é a ralidade, minha realidade.

Não sou nenhum gênio, sou um cidadão normal, mas extremamente focado, incansável e persistente. Me dedico 100% em cada projeto que inicio, e acredito em todos eles. Nos que não dão certo de cara, ajusto, repenso e faço dar certo "na marra".

Mas eu comecei de leve, um passo de cada vez, "steady".


Era uma vez...

Iniciei minha carreira como tradutor principalmente com textos científicos, abstracts...

Aí passei a trabalhar também como intérprete. Quando me senti preparado, consegui alguns trabalhos pequenos e, gradualmente, consegui clientes como SWAT, Souza Cruz, Omex, Rotary Club, artistas internacionais em turnê pelo Brasil e outros.


O advento da internet

Com o passar dos anos, surgiu uma tal "Internet", e tudo mudou.

Pasmem: sou do tempo em que não havia internet (o tiozinho da tradução). As traduções eram feitas em uma máquina de escrever, e as consultas de terminologia, gramática e afins se baseavam em livros impressos.

Mas a era digital trouxe mudanças e novas oportunidades.

Comecei a traduzir sites de empresas locais, principalmente de software.

Tempos depois, descobri o Proz, Upwork e outros, e foi aí que minha carreira deslanchou.


The game change

Percebi que estava pensando muito pequeno, buscando trabalho apenas em minha cidade e na região. Sites como o Proz abriram as portas para o trabalho remoto e permitiram acesso a clientes e agências intrernacionais. Tornou-se possível se candidatar às vagas de emprego oferecidas nessas plataformas para empresas de várias partes do globo, enviar e-mails para agências, conhecer e se conectar com profissionais do Brasil e de outros países, trocar experiências, estabelecer novas parcerias...

Com tantas inovações tecnológicas, nasceram novos serviços, como localização de sites e apps, legendagem com ferramentas mais modernas, interpretação remota, e surgiram também as CAT tools, ferramentas poderosas com capacidade para armazenar MTs, bancos terminológicos e vários outros recursos, facilitando a vida do tradutor e tornando todo o processo mais ágil, eficiente e consistente.


Neste mundo digital, um universo paralelo que foi criado, passei a oferecer novos serviços, visando aumentar meu leque de possibilidade, pensando na diversificação para aumentar a carteira de clientes e meus rendimentos.

Fiz cursos e me especializei em localização de sites e apps.


Aí, parti para novos desafios. Fiz alguns cursos de copywriting, vários cursos de marketing digital, SEO. Passei a oferecer serviços de transcriação, copywriting, localização de palavras-chave, SEO. Nessas áreas, fiz campanhas para empresas como Latam, Hiveminds, Maserati e outras.


Meu próximo passo foi focar em legendagem. Aprendi tudo que precisava, fiz cursos, conversei com especialistas e também me tornei um especialista.

Depois disso, como sou músico profissional e compositor, decidi trabalhar com voice over também. Por já ser músico e estar bem ambientado com os softwares de edição de áudio como Pro Tools, Nuendo e outros, o processo foi bem mais fácil.


E as coisas não pararam por aí. Sigo trabalhando com o mesmo vigor, sempre aprendendo coisas novas e ajudando quem posso ajudar. Nunca acho que já sei o bastante.

Procuro, na medida do possível, ajudar quem eu posso. Acredito em sinergia, gosto de ver outros profissionais iniciantes obtendo êxito e proporcionando uma vida digna para suas famílias.


E aquele papo de "especialista" ou "generalista"?

Pois é! Mantenho minha teoria de que é fundamental diversificar, oferecer mais de um serviço, em diferentes áreas; reafirmo que não dá para parar no tempo. Tem que suar a camisa e fazer acontecer. Acreditar em si mesmo é de extrema importância, e não desistir no meio do caminho é vital.


E para concluir este artigo, mostro resultados para provar que é possível, e para ressaltar que vale a pena cada sacrifício feito.


A imagem abaixo mostra a PO de um serviço de transcriação que fiz recentemente para uma empresa multinacional. A tarefa consistia em recriar um slogam de marketing para ajudar a empresa a vender mais no Brasil. Para a transcriação desse slogan de três palavras, a empresa me pagou 230 euros, ou seja, é uma área que paga muito bem ( no caso, EUR 115 por hora).


Isto mostra que:


1. Diversificar é crucial para quem quer aumentar a carteira de clientes, ter mais rendimento, ser bem remunerado e não ficar sem trabalho.

2. Quem passa tempo demais nas redes sociais reclamando da falta de trabalho, de tarifas baixas e coisas do tipo, não terá tempo para fazer o que é necessário para que não falte trabalho e para ser bem remunerado.

3. Todo esforço vale a pena quando o trabalho é uma paixão.

4. O sucesso é inevitável para aqueles que acreditam em seu potencial e não desistem até que o objetivo final seja alcançado.

5. O generoso prosperará; quem ajuda será ajudado.


Então, o que devo fazer?

Tente aprender uma nova habilidade por vez. Faça cursos na área, não pelo diploma, mas pelo conhecimento. Troque figurinhas com profissionais mais experientes na nova área de interesse. Pratique antes de começar a oferecer o serviço e, quando estiver preparado, envie uma newsletter para seus clientes informando que agora também oferece serviço de xxx. Busque vagas nas plataformas tradicionais nessa área em que você se especializou. Refaça seu CV e inclua o novo serviço. Envie o CV atualizado para várias agências. Quando já estiver dominando essa nova área, parta para novos desafios.


Links úteis / Dicas de cursos:


https://cursoestrada.com.br/

https://www.cursoscult.com.br/

https://www.escoladetradutores.com.br/grade.html

https://scrivi.com.br/principal/

https://cursos.tradjuris.com.br/

https://www.udemy.com/course/redator-hacker-seo-e-marketing-de-conteudo/learn/lecture/10579050?start=0#overview



Boa sorte!


autor do texto: André Lisboa

124 views0 comments